Conheça a proposta e os desafios do Projeto Teses

Idealizado há mais de 30 anos, o Projeto Teses nasceu com a proposta de oferecer a nossos alunos da 2ª série do Ensino Médio a oportunidade de vivenciarem a produção de um trabalho acadêmico autoral, preparando-os para os desafios que virão após a conclusão do ensino básico.

Considerado um dos projetos mais importantes de nosso currículo, o Teses destaca-se por promover um trabalho pedagógico que vai ao encontro de nossos pilares de investigação e pesquisa, além de desenvolver o senso crítico de forma racional e inteligente em nossos estudantes, que têm a opção apresentar seus projetos em uma defesa pública.

O professor Jacó Izidro de Moura, que orienta a área de Física e Tecnologia Moderna no projeto há mais de 20 anos, garante que a chegada da tecnologia melhorou a qualidade das pesquisas. “Apesar de ver uma grande dificuldade em fazer os alunos buscarem livros como referência, o acesso a várias fontes foi ampliado com o Google Acadêmico, o Sistema Dedalus da USP e outros diversos sites importantes, além da facilidade para pesquisas de opinião por meio das redes, com a possibilidade de entrevistar muitas pessoas e, principalmente, pela tabulação das respostas que foi muito facilitada com a tecnologia”, explica o educador.

Para Jacó, o projeto contribuiu de forma diferenciada para o aprimoramento da autonomia dos estudantes. “São vários motivos que contribuem para isso, como a escolha da área e do tema de interesse, e a orientação personalizada, que permite uma interação de confiança e também de cobrança, de forma que o aluno não possa simplesmente copiar ou fazer de qualquer jeito. O ‘contrato educacional’ assume outra dimensão, muito mais pessoal”, complementa.

Isso porque o Projeto Teses exige muita dedicação por parte dos alunos, que têm como proposta de trabalho desenvolver uma pesquisa nos moldes acadêmicos. Existe todo um processo que envolve o desenvolvimento adequado de como pesquisar e de como usar as informações coletadas nas fontes de pesquisa, além da defesa pública, que é, segundo Jacó, uma experiência única no Ensino Médio.

A aluna Julia Mangueira Morales, da 2ª série do Ensino Médio, acompanha o Projeto Teses desde que chegou ao Ensino Fundamental II, na Unidade Cerro Corá, e garante que essa é uma excelente oportunidade para se preparar para a graduação.

“Desde o 6º ano eu ouço falar desse projeto e vejo que existe um movimento grande no colégio acerca das apresentações, que são muito esperadas por todos. Vivenciar essa pesquisa é algo que não vejo em outras escolas, mas eu considero muito importante por me preparar para experiências futuras e é muito legal a gente poder fazer isso, escolhendo os temas de acordo com nossos objetivos”, explica ela, que está desenvolvendo um projeto de pesquisa sobre Fake News.

Os passos do Projeto Teses

De acordo com o professor e Coordenador Pedagógico da 2ª e 3ª série do Ensino Médio, Tarso Loureiro, o Projeto Teses começa com uma aula em que os alunos são apresentados às frentes de pesquisa e, a partir disso, escolhem o caminho que querem trilhar dentro da proposta do projeto.

“A partir disso, eles começam a assistir as aulas, de acordo com o tema que escolheram, e iniciam o desenvolvimento de seus projetos de pesquisa. No começo de junho, apresentam um poster com a síntese de seu projeto de pesquisa e, até o final do semestre, apresentam também a primeira versão do capítulo central. Em outubro, entregam a versão pré-finalizada da tese e, na última semana de novembro, os que conseguiram desenvolver um trabalho sólido, defendem sua monografia”, explica o Coordenador.

Mais do que promover desafios formais como a leitura e análise de textos mais complexos, o Projeto Teses propõe uma reflexão autoral sobre temas relevantes, proporcionando o desenvolvimento de estudantes com domínio das ferramentas de investigação e com autonomia para se posicionar de maneira crítica e ética. Durante o ano, divulgaremos os temas de pesquisa e algumas das etapas que se desenvolvem no projeto.

Banners

A primeira entrega do projeto de pesquisa acontece na próxima segunda-feira, 20 de maio. A partir desse material, os alunos recebem uma devolutiva com os comentários do professor-orientador.

Então, eles  criam os banners com o resumo de seu projeto de pesquisa, que serão expostos durante o Congresso Interno de Comunicação de Pesquisa, que acontece no dia 10 de junho.

Durante o congresso, os estudantes terão que apresentar seus trabalhos e esclarecer as dúvidas dos professores e colegas.