Conheça os diferenciais do ensino de inglês do Oswald 

Para atender as exigências de um mundo cada vez mais diverso e multicultural, idealizamos um programa de ensino de inglês que tem como foco a imersão e a comunicação oral de nossos alunos. 

Segundo Cristina Ramos, nossa Coordenadora de Línguas Adicionais, a aquisição de uma língua adicional se dá por meio da exposição e da prática.

“Conforme o aluno vai sendo exposto a uma nova língua, passa por um processo de aquisição semelhante, em vários aspectos, ao do aprendizado de sua língua materna”, explica.

 

Ensino de inglês no Oswald

Quando o ensino envolve os alunos da Educação Infantil, por exemplo, utilizamos a ludicidade em ambientes de faz de conta para estimular o aprendizado. Desta forma,  tornamos o aprendizado mais natural, de forma que a criança tenha interesse e faça conexões positivas. 

“Para aprender, a criança precisa de afetividade e de um ambiente seguro para estar à vontade com a língua, com o adulto e com os colegas. Por isso, o processo envolve acolhimento, sensibilidade e escuta do educador para identificar quais são os interesses dos alunos, tornando o aprendizado atrativo”, completa Cristina.

A partir disso surgem os projetos, que permitem aos grupos investigarem, planejarem e criarem produtos relacionados a um tema, dentro de um contexto relevante, que tem o professor como um orientador.

Desde o  Ensino Fundamental I as turmas realizam projetos, uma metodologia valorizada no Oswald, que destaca a oralidade e o uso do inglês como meio de aquisição de conhecimento. 

Para isso, alunos e professores buscam os inúmeros recursos digitais que temos à mão, hoje em dia, assim como metodologias pedagógicas que motivem e se adequem à cada faixa etária, apresentando a língua de forma contextualizada e colocando o aluno em um papel ativo no seu processo de aprendizagem. 

Durante o processo de aprendizagem, nossos alunos leem e escrevem diferentes gêneros de literatura, têm acesso a variados sotaques e produzem apresentações orais dos mais variados formatos.

A partir do 6º ano, são divididos em dois níveis de proficiência. Do 9º ano do Ensino Fundamental II à 2ª série do Ensino Médio, são divididos em três níveis, enquanto na 3ª série do Ensino Médio passam a se reunir em grupos por interesse.

 

Programa Come Together

Um dos diferenciais do ensino de inglês no Oswald é o Programa Come Together, que faz parte do Oswald Integral. Esse programa utiliza a metodologia de projetos e a abordagem CLIL (Content and Language Integrated Learning), em que a língua é usada como ferramenta, e não como fim. Os alunos fazem as aulas no contraturno escolar, com uma imersão mínima de sete horas semanais.

Cristina destaca ainda que a compreensão é fundamental para o aprendizado, especialmente nos anos iniciais de alfabetização. “Não adianta expor o aluno à informação se ela não fizer sentido para ele. Por isso, usamos variadas estratégias de comunicação, linguagens alternativas, recursos visuais e gestos, além de contar com o conhecimento prévio dos alunos e sua capacidade de inferir significados”, explica.

 

Projetos: aprender fazendo

Dentro das abordagens do ensino da língua inglesa, os projetos permitem aos alunos o desenvolvimento de propostas alternativas de ensino de acordo com seu nível de conhecimento. 

No 3º ano do Ensino Fundamental I, por exemplo, os professores de Inglês trabalham de forma interdisciplinar com a área de História e Geografia, em um projeto de mapeamento da Vila Madalena, bairro no qual a unidade do Ensino Fundamental I do colégio está localizada. Este projeto envolve a produção de um guia do bairro e culmina em uma entrevista com falantes de inglês hospedados nas redondezas da escola. 

“Nesse processo, eles trabalham a habilidade escrita e a oral, além de desenvolver autonomia, uma das propostas do nosso projeto político pedagógico”, exemplifica Cristina.  

Há, ainda, outros projetos bastante interessantes. Um deles é realizado por alunos de 7º ano, que, após uma viagem de Estudo do Meio para a Ilha do Cardoso, no litoral de São Paulo, desenvolvem conteúdos em inglês para o site de Línguas Adicionais.

Os posts escritos por nossos alunos costumam ser lidos e comentados por estudantes norte-americanos de uma escola parceira localizada no Texas. “Esta é uma forma de comunicação genuína, com falantes nativos, que a tecnologia nos oferece de presente e que promove incríveis ganhos em termos linguísticos e culturais”. 

Outro projeto envolve a turma da 2ª série do Ensino Médio, que a cada ano entra em contato com imigrantes, que compartilham suas histórias e interagem com os alunos em atividades como rodas de conversa e workshops.

Nesse sentido, os alunos já tiveram oportunidade de conhecer um pouco sobre culinária paquistanesa, dança africana, caligrafia árabe e cultura egípcia entre outros.