Oswald realiza 2ª edição do Desafio Matemático Colaborativo

Desafio reuniu mais de 240 alunos, de quatro colégios, que realizaram a prova em grupos, de forma colaborativa.

Na última semana aconteceu a 2ª edição do nosso Desafio Matemático Colaborativo, que reuniu mais de 240 alunos, que tiveram a oportunidade de testar seus conhecimentos matemáticos. Além do Oswald, outros três colégios participaram do desafio, em suas unidades. São eles: Elvira Brandão e Piaget, da capital, além do Colégio Ipê, de Arujá, cidade da Grande São Paulo.

Só em nossa unidade, cerca de 90 alunos realizaram a prova, em trios. No Piaget, colégio localizado na Zona Norte de São Paulo, 81 alunos participaram, enquanto no Elvira Brandão, localizado na Zona Sul, 51 alunos foram mobilizados. Já o Colégio Ipê, que participou pela primeira vez do desafio, reuniu em sua quadra cerca de 20 alunos. Todos os alunos realizaram o desafio ao mesmo tempo e a integração entre os participantes foi possível graças a uma videoconferência. 

Segundo os critérios da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), além de ser considerada uma ciência viva, a matemática contribui na solução de problemas científicos e tecnológicos, podendo ser utilizada para novas construções. Por isso, nosso projeto pedagógico tem como proposta estimular a investigação em todas as áreas do conhecimento, fortalecendo assim o aprendizado dos estudantes em diversas frentes e valorizando ações voltadas às ciências exatas.

Segundo a professora de Matemática, Vania Andrade Luz, o desafio nasceu da proposta de mostrar o Oswald como um colégio colaborativo. “A ideia inicial era de fazer uma olimpíada da matemática e, após muitas discussões, chegamos a este formato, que envolve os alunos para discutirem em trios o teste com dez questões, além de uma pergunta mais desafiadora, que envolve uma discussão maior entre os participantes”, explica a professora.

O Desafio Matemático 

Nesta edição, os participantes foram divididos em quatro grupos: verde (alunos de 5º e 6º ano); roxo (alunos de 7º e 8º ano); amarelo (alunos de 9º ano); e laranja (alunos da 1ª e 2ª série do Ensino Médio).

“É uma ótima oportunidade de aprender e testar nossos conhecimentos ao mesmo tempo, o que é muito bom, na minha opinião”, garante Carolina Bonetti Trovato, 14 anos, aluna do 9° ano, que participou pela segunda vez do desafio. 

Carol teve como parceiras de prova as colegas de turma, Beatriz Issa e Julia Kaufmann, que também aprovaram a realização do desafio. “É bem interessante esse formato porque envolve outras escolas e a gente pode comparar os níveis de conhecimento, o que eu acho bastante válido”, completa Julia. 

Já o trio formado pelos alunos Mateus Cezar, Arthur Pfeuti e Pedro Inácio, do 5º ano, garante ter aceito participar do desafio com a proposta de avaliar seus conhecimentos na disciplina. “A prova estava bem difícil, mas nossa equipe conseguiu alcançar os objetivos”, comemora Mateus.

Ainda, eles fizeram questão de destacar que, além do desafio em si, há a possibilidade de aprender ainda mais com a prova. “Isso pode ajudar nas aulas de Matemática, o que é bastante válido, mas, mais que competir, o que vale mesmo é participar”, completa Pedro.

Reconhecimento 

O Desafio Matemático Colaborativo tem apoio do Escape Hotel e da Livraria da Vila. Os primeiros colocados de cada categoria receberão prêmios e certificados, entre vale-livros da Livraria da Vila e ingressos para o Escape Hotel, um jogo que envolve raciocínio lógico e criatividade.