Embarcação que chega e que sai… Como ela consegue flutuar?

A partir do interesse da turma, o G5 B da Educação Infantil tem realizado pesquisas interdisciplinares para investigar as embarcações e como fazem para flutuar. 

Como parte dos estudos e investigações relacionadas ao projeto “Embarcação que chega e que sai… Como ela consegue flutuar?” – quais os tipos de embarcações, de quais materiais são feitas, para que servem, como navegam e flutuam -, as professoras Patrícia Spinelli e Beatriz Dimenstein conduziram a atividade “Afunda ou não afunda?”, para que as crianças pudessem criar e testar hipóteses relacionadas às novas descobertas. 

Após uma aluna mostrar para o grupo um barco de papelão que tinha feito com sua mãe, as professoras fizeram algumas perguntas às crianças, questionando se seria possível navegarmos em um barco de papelão. A turma deu uma resposta negativa, afirmando que não seria possível pois o papel molha, e a conversa caminhou para uma nova questão: por que o navio não afunda? 

Assim, em encontros com a turma dividida em grupos, as crianças levaram três objetos e uma bacia ou balde com água para realizar as experiências. No primeiro momento, apresentaram os objetos escolhidos aos colegas e levantaram as hipóteses iniciais sobre quais poderiam ou não flutuar na água. Depois, uma por vez, colocaram os objetos escolhidos no balde ou bacia, possibilitando testar e levantar novas perguntas, como: por que o objeto afundou ou não?

Veja abaixo algumas das hipóteses elencadas pela turma:

“Não afunda porque tem ar dentro.” (objeto: dinossauro)

“Acho que os pequenos afundam e os grandes não.” (referindo-se aos objetos em geral)

“Frutas leves afundam e frutas pesadas boiam. Todos os barcos ficam levantados na água e todos submarinos ficam no fundo.” (quando alguém jogou uma fruta na bacia de água)

“Coisa leve afunda.” (objeto: bóia de plástico)

“Primeiro não afundou, depois desceu na água.” (objeto: panelinha de plástico)

“É porque ficou de cabeça pra baixo.” (ainda sobre a panelinha de plástico)

Além dessa atividade, durante o projeto “Embarcação que chega e que sai… Como ela consegue flutuar?”, o grupo tem apreciado obras de Monet, Tarsila do Amaral e Alfredo Volpi relacionadas ao tema e produzido representações das ideias por meio de desenhos de imaginação, memória e observação. Buscando integrar o projeto às aulas de Música, as crianças têm tido contato com músicas como “O Barquinho” e “Minha jangada vai sair pro mar”, entre outras. 

Por fim, farão também comparações de tamanho e peso a partir de uma tabela, com dados conhecidos por elas, para que possam entender e trabalhar conceitos relacionados à dimensão dessas embarcações. 

5 1 vote
Article Rating